04:12:53 Quarta, 16 Outubro 2019

A cultura hispânica foi introduzida nas Ilhas Canárias em finais do século XV, quando os Espanhóis tomaram posse oficial do arquipélago. Desde essa época, a influência espanhola dominou as tradições, costumes e cultura geral destas ilhas, incluindo a ilha de Tenerife. 

Rica e vibrante, a cultura da ilha pode ser descoberta em todos os recantos e ruelas. Desde os museus e galerias de arte da capital de Santa Cruz às pitorescas ruas calcetadas de Puerto de la Cruz no belo Vale de Orotava as aldeias típicas das Canárias, aninhadas nas montanhas, e as costas do sul e oeste da ilha, Tenerife está repleta de vestígios do modo de vida espanhol. 

A gastronomia é fortemente influenciada pela cozinha espanhola, bem como a arquitectura e os seus feriados e fiestas. A mais importante de todas é a Semana Santa, celebrada na semana que antecede a Páscoa. O conceito de Romerías, os dias especiais em que as pessoas homenageiam os seus santos padroeiros, também é originário da Espanha, assim como a tradição de fazer uma pausa durante a parte mais quente do dia, altura em que muitos estabelecimentos encerram e reabrem novamente quando as temperaturas baixam. 

Sendo uma ilha de pequenas dimensões no meio do oceano Atlântico, Tenerife habituou-se às influências de outras nacionalidades e culturas dos visitantes que chegam o ano inteiro. Embora esta fusão de etnias tenha sido bem aceite, os habitantes da ilha souberam manter as suas tradições, algo de que se orgulham profundamente. 

Clique aqui para uma lista detalhada das festividades.

Santa Cruz – Capital
Economia
Loro Parque